Teve início nesta quarta-feira, no Espaço Conviver, em Praia Grande, a 9ª Campanha Metropolitana do Agasalho.
Campanha Metropolitana do Agasalho 2014 - Baixada Santista
A meta este ano é superar as 500 mil doações garantidas no ano passado nas nove cidades da Baixada Santista. Com o slogan ‘Roupa boa, a gente doa’, a iniciativa propõe a doação de vestuário e cobertores em condições de uso.

Em Santos, as peças podem ser entregues na sede do Fundo Social (FSS), que fica na Avenida Conselheiro Nébias, 388, das 9 às 18 horas. “Com a iniciativa metropolitana, o número de pessoas beneficiadas aumenta em toda a região. E o município faz a sua parte com várias ações para ampliar esse número“, afirmou Maria Ignez Barbosa, presidente do FSS.

Empresas, escolas e instituições interessadas em participar ou se tornar um ponto de arrecadação, devem entrar em contato com o FSS para retirar a caixa coletora e cartaz da campanha. Os endereços dos pontos de arrecadação serão posteriormente divulgados no portal da Prefeitura.

Bazar, desfile e carreata em prol da iniciativa

A programação da campanha contou, no último dia 28, com um Bazar Metropolitano, que foi realizado no Teatro Coliseu. Na ocasião, cada município levou 100 peças de lojas que vendem roupas de marcas conhecidas, que foram comercializadas a preços populares. A renda foi revertida para a compra de cobertores.

Na quarta-feira, ocorreu um desfile beneficente no Mendes Convention Center. Já no dia 9 de julho, haverá uma carreata pelos bairros. A festa Inverno Solidário também terá postos de arrecadação entre os dias 11 de junho e 13 de julho, na Arena Santos.

O encerramento da campanha está marcado para 24 de julho, no Guarujá. A iniciativa acontece desde 2006 e é promovida pelos fundos sociais de Santos, Bertioga, Guarujá, Praia Grande, São Vicente, Cubatão, Itanhaém, Peruíbe e Mongaguá. O apoio é do Governo Estadual, empresários e sociedade civil.

Fonte

Neste mês, o Instituto Neo Mama está realizando diversas atividades com o objetivo de conscientizar as mulheres sobre a importância de se prevenirem contra o câncer de mama.

Mais de 15 eventos irão acontecer em Santos, Guarujá, Praia Grande, Mauá e Cianorte-PR.

Para impactar milhares de pessoas, o Instituto firmou parceria com a Prefeitura de Santos, Instituto Avon, AFIP, Nita Alimentos, Clínica Mult Imagem, Unicred Metropolitana, OSAN e grife Maria.Valentina.

“Com o apoio do poder público e empresas privadas será possível realizar palestras, fazer a entrega de rosas, promover churrascos beneficentes, caminhadas entre outras atividades de extrema importância”, explica José Luis Neto Francisco Coordenador de Projetos do Instituto.

“O último Censo do IBGE apontou que Santos tem uma das maiores populações femininas do Brasil. Do total de 419.757 habitantes, 192.056 são homens (45,8%) e 227.701 são mulheres (54,2%), ou seja, precisamos intensificar as atividades nessa região”, justifica o Coordenador.

SOBRE O OUTUBRO ROSA:

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.

Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção ao câncer de mama.

A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade (www.komen.org).

27/10/2013 (QUI) 14-19h – Estande de conscientização do câncer de mama, com distribuição de esmaltes para unhas no Litoral Plaza Shopping em Praia Grande-SP

Fonte

Praia Grande abrirá inscrições para os cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) nesta segunda-feira. São 16 formações em diversas áreas, totalizando 498 vagas.

Os interessados devem se inscrever na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho (Sedettra), que fica na Avenida Ministro Marcos Freire, 6.650, no Quietude, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

É preciso apresentar original e cópia simples do RG, CPF, comprovantes de residência e de escolaridade. Candidatos menores de idade deverão estar acompanhados dos pais ou responsáveis, que terão que apresentar os mesmos documentos.

Após realizar a pré-inscrição, os candidatos terão de ir ao Senai, na Avenida Almirante Saldanha da Gama, 145, Ponta da Praia, em Santos, para confirmar a matrícula.

Saiba quais são os cursos

>Arrumador e conferente de cargas (manhã e tarde)
>Assistente de operação logística portuária (manhã e tarde)
>Auxiliar administrativo (manhã)
>Costureiro (manhã e tarde)
>Laminador e pintor de embarcações em fibra de vidro (manhã)
>Operador de computador (manhã, tarde e noite)
>Operador de terminais portuários (manhã e tarde)
>Soldador no processo eletrodo revestido aço carbono e aço baixa liga(manhã e tarde)
>Ajudante de obras(manhã e tarde)
>Aplicador de revestimento cerâmico(manhã e tarde)
>Pedreiro de revestimento em argamassa(manhã e tarde)
>Eletricista de automóveis (manhã)
>Instalador de refrigeração de climatização doméstica (tarde)
>Mecânico de motores de popa (tarde)
>Mecânico de sistemas de freios, suspensão e direção de veículos leves(manhã)
>Soldador no processo TIG e maço (manhã e tarde)

Fonte

O evento contou com a presença da coordenadora estadual de Políticas para a População Negra e Indígena, e a secretária nacional de Ações Afirmativas da Secretaria de Políticas de Promoção Racial (Seppir).

Representantes da população negra, indígena, cigana e das religiões de matrizes africanas estiveram reunidos na 3ª Conferência Regional de Promoção e Igualdade Racial, realizada nos dias 19 e 20 de julho, em Guarujá. Esta é a primeira vez que o Município sedia a Conferência Regional. Nesta edição, o encontro teve como tema “Democracia e desenvolvimento sem racismo: Baixada Santista, Igualdade Racial Sob Nosso Ponto de Vista”.

A iniciativa reuniu lideranças das nove cidades da Baixada Santista. Na ocasião, foram escolhidos os delegados que representarão a região na Conferência Estadual, que ocorrerá entre os dias 23 e 25 de agosto de 2013 (ver a lista a seguir).

“Agradeço a presença de todos que vieram das diversas cidades da Baixada que representam as lideranças da nossa Região. É uma grande conquista que estamos realizando no dia de hoje, graças o trabalho dessa incansável comissão que organizou o encontro de políticas publicas, de pensar e refletir. Precisamos tratar o que avançamos e o que ainda devemos avançar nas políticas públicas e em todos os níveis”, disse a prefeita Maria Antonieta de Brito durante a solenidade de abertura do evento.

Na Baixada Santista, quatro cidades possuem coordenação de políticas de promoção e igualdade racial e sete conselhos municipais. Mesmo assim, as nove cidades contaram com representantes na 3ª Conferência Regional.

Para a representante nacional da Secretaria de Políticas de Promoção Racial (Seppir), Ângela Nascimento, a representatividade é um importante avanço e é preciso a ampliação do número de instâncias: “É importante saber quais desafios, as condições e o que cada município está fazendo em cada setor: saúde, educação, trabalho. E preciso repensar, fazer uma análise das políticas de desenvolvimento local a partir do lugar que a população negra ainda se encontra nos índices. Pensar em políticas de desenvolvimento econômico e até territorial e ambiental, porque é nos locais mais deteriorados onde a maioria da população negra, indígena e cigana está localizada”.

Ela acrescentou ainda que “o que está faltando é fazer uma reflexão desses dez anos de políticas públicas e, ao mesmo tempo, identificar quais são os instrumentos e os mecanismos que podemos construir e fazer para que o sistema nacional e o Estatuto da Igualdade Racial se tornem efetivos”, concluiu a secretária.

Cerca de 200 participantes dos municípios de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente participaram da Conferência. Foram apresentadas mais de 189 propostas, a partir dos quatro eixos, e dessas 17 foram deliberadas – uma a mais do que a prevista com o deferimento da comissão estadual.

“Conferência, como o próprio nome já diz, é para conferir as ações já implementadas, as ações a serem implementadas, e fazer um balanço de tudo que tem sido feito nas questões étnica e raciais. Isso envolve, principalmente no caso da Baixada, os nossos irmãos indígenas, ciganas e as religiões de matrizes africanas”, declarou a coordenadora estadual de Políticas para a População Negra e Indígena, Elisa Lucas Rodrigues.

As propostas foram elaboradas a partir dos seguintes eixos: estratégias para o desenvolvimento e o enfrentamento ao racismo na Baixada Santista; Políticas de igualdade racial na Região e no Brasil: avanços e desafios; Arranjos Institucionais para assegurar a sustentabilidade das políticas de igualdade racial na Baixada Santista: Sinapir, órgãos de promoção da igualdade racial, fórum de gestores, conselhos e ouvidorias e; Participação política e controle social na região metropolitana da Baixada Santista: igualdade racial nos espaços de decisão e mecanismos de participação da sociedade civil no monitoramento das políticas de igualdade racial.

Fonte

Curso é voltado aos maiores de 50 anos.

Na próxima quarta-feira (17) o Conviver Boqueirão abre o período de inscrições para o Programa Melhor Idade Online, realizado na unidade. O curso é gratuito e ensina informática aos maiores de 50 anos. A iniciativa é resultado de uma parceria do Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Praia Grande em parceria com a Secretaria de Promoção Social do Município (Sepros).

No total, o curso tem duração de 5 meses e acontece duas vezes por semana. Durante as aulas, os alunos aprendem a ligar e manusear o computador de modo a utilizar e-mails, redes sociais e demais serviços disponibilizados pela internet.

Cerca de 100 vagas serão disponibilizadas. Para se inscrever basta comparecer à unidade munido dos documentos de identificação e um comprovante de residência. O Conviver Boqueirão fica na Avenida Presidente Castelo Branco, altura da Rua Pernambuco, Bairro Boqueirão. O telefone para mais informações é 3496-5070.

Idosos – Desde 2009, Praia Grande ocupa o primeiro lugar no Índice Futuridade entre as cidades com mais de 200 mil habitantes. O índice estadual mede a qualidade de vida e a atenção ao idoso nos municípios. Nesse sentido, o Programa Conviver contribui com a oferta de entretenimento nas quatro unidades no Município, sendo destinadas a pessoas com mais de 50 anos.

Nas unidades do Guilhermina e Caiçara, os participantes contam com espaço para leitura, sala de vídeo, varanda com jogos de mesa e piscina, além das instalações da Creche do Idoso. Nas sedes à beira-mar como o Vivência Ocian e o Boqueirão, as atividades são voltadas ao condicionamento físico, esportes e lazer. Atualmente o programa atende seis mil inscritos.

Fonte