Feed - Terceira Idade Praia Grande Fórum - Terceira Idade Praia Grande Facebook - Terceira Idade Praia Grande
Twitter - Terceira Idade Praia Grande Google+ - Terceira Idade Praia Grande Skype - terceiraidadepraiagrande
Empréstimo Pessoal Praia Grande - Plano de Saúde Praia Grande

Mensagens

  • Follow Me on Pinterest

Praia Grande – SP

  • Follow Me on Pinterest

Atividades

Atividades para a terceira idade de Praia Grande – SP

Página 56 de 57« Primeira...102030...5354555657

Praia Grande é exemplo em serviço social

Governo Municipal planeja melhorar e ampliar atendimento.

Assistência social desenvolvida em Praia Grande tem se afastado na tradicional prestação de serviço ao cidadão carente, que previa ajuda com alimentos, remédios ou roupas. Todos os anos, muitas cidades querem conhecer o atendimento oferecido pela Cidade, para aplicar em seus programas municipais. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Promoção Social (Sepros), planeja melhorar e ampliar as ações sociais nos bairros, com mais unidades do Programa Integração e Cidadania (PIC) e do Centro de Atendimento à Família do Educando (CAFE).

As oportunidades oferecidas às famílias que procuram ajuda na Sepros têm permitido que donas de casa, jovens e desempregados gerem ou complementem suas rendas.

Além da contribuição com criação de cursos de geração de renda, a Administração Municipal tem dedicado atenção especial à população idosa, criando atividades físicas, de lazer e de entretenimento à terceira idade. Caminhadas e ginásticas na praia, bailes, festas temáticas ou outras atrações são serviços que ajudam a melhorar o bem-estar físico e mental de milhares de idosos do Município.

Desde 2009, Praia Grande ocupa o primeiro lugar no Índice Futuridade entre as cidades com mais de 200 mil habitantes. O índice estadual mede a qualidade de vida e a atenção ao idoso nos municípios. Nesse sentido, um dos programas de sucesso da Prefeitura, o Conviver, contribui com a oferta de entretenimentos diversos a pessoas com mais de 50 anos, nas quatro unidades no Município.

Nas unidades do Guilhermina e Caiçara, os participantes contam com espaço para leitura, sala de vídeo, varanda com jogos de mesa e piscina, além das instalações da Creche do Idoso. Nas sedes à beira-mar como o Vivência Ocian e o Boqueirão, as atividades são voltadas ao condicionamento físico, esportes e lazer. Atualmente o programa atende seis mil inscritos.

Junto com o Fundo Social de Solidariedade (FSS), de Praia Grande, estão previstas a cobertura de uma quadra no bairro Caiçara e está em andamento a reforma e modernização da piscina do Conviver Guilhermina, o que beneficia centenas de idosos.

Os programas PIC e o CAFÉ, por exemplo, já ofertaram mais de 3 mil vagas em cursos culturais, esportivos de entretenimento, além de cursos de artesanato, costura, culinária, beleza e muitos outros. Muitos dos alunos tiveram lucro em épocas como Páscoa e Natal, com a venda de produtos, e até começaram novos negócios, graças às oportunidades da Sepros.

Os serviços também proporcionam inclusão digital em diversos bairros. Cada dia um novo aluno aprende informática gratuitamente em unidades como o Telecentro, instalado no PIC Quietude.

Além de ajuda à população de rua, o serviço social está envolvido em ações importantes como amparo e assistência aos dependentes químicos e a seus familiares. De acordo com a secretária de Promoção Social, Nanci Solano Tavares de Almeida, são muitos os relatos de quem conseguiu sair de uma situação desesperadora. “Temos famílias que vivem uma nova história, após serem atendidas. Isso é muito gratificante porque percebemos que estamos cumprindo a contento nosso papel na condição de agente público”, disse.

Dentro de uma visão metropolitana, a Prefeitura também se envolve em iniciativas que favorecem pessoas de fora da Cidade, como o trabalho assistencial que ajudou moradores atingidos pelas chuvas de Cubatão. Segundo a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria Del Carmen Padin Mourão, a Maruca, mais de 22 mil itens foram doados. “A população se solidarizou com a causa, juntamos água, roupas, eletrodomésticos, material de higiene e limpeza, além de alimentos e outros produtos que ajudaram nossos vizinhos”.

Cnforme o prefeito Alberto Mourão, a proposta é permitir que projetos sociais contribuam ainda mais com a melhoria da qualidade de vida da população. “É dentro desta lógica que devemos trabalhar e que estamos nos empenhando nesses 100 dias. Através de parcerias poderemos dar início a muitas realizações e a área social certamente é uma das que merecerá mais investimentos”, garantiu.

Campanha do Agasalho – No próximo dia 22, a Sepros e o FSS do Município estará presente no lançamento oficial do lançamento oficial da 8ª Campanha Metropolitana do Agasalho, que acontece no Salão Nobre do Paço Municipal de Santos, às 17h. Cada município será responsável pela campanha local, porém toda arrecadação será distribuída entre as cidades da região.

Com o tema “Roupa boa, a gente doa”, a campanha visa conscientizar as pessoas a realizarem as doações de peças em bom estado de conservação, para atender as necessidades das famílias carentes da Baixada Santista.

A Cidade também participa, dia 10 de junho, das 14h às 19h, do Bazar Solidário, no Centro de Convenções de São Vicente. Todo o dinheiro arrecadado com a venda de convites e dos produtos será utilizado para comprar cobertores, que serão divididos entre os municípios participantes da campanha para serem doados.

Os interessados em aproveitar as ofertas do Bazar Solidário poderão adquirir convites diretamente nos Fundos Sociais das Cidades, ao custo de R$ 20,00. Serão comercializados diversos produtos como roupas, sapatos, acessórios e outros itens a preços bem reduzidos.

Mongaguá foi a Cidade escolhida para encerrar a Campanha Metropolitana do Agasalho, no dia 21 de junho. Na data será anunciado o balanço de arrecadações e doações de toda a campanha.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Bocha vence Itu no Estadual Interseleções

Atuando em casa, time da Cidade ganhou por 3 a 2.

A equipe de bocha-rafa de Praia Grande venceu, por 3 jogos a 2, o grupo de Itu, na segunda rodada do Campeonato Estadual Masculino Interseleções, no último sábado (6). O evento, promovido pela Federação Paulista de Bocha e Bolão (FPBB), aconteceu na quadra do Ocian Praia Clube (Bairro Ocian). O time local tem o apoio da Secretaria de Esportes e Lazer (SEEL) e da Liga de Bocha de Praia Grande (LBPG).
No primeiro duelo, fora de casa, o time da Cidade perdeu, por 4 a 1, para Itu. O desafio agora para a equipe praia-grandense é a seleção da Prefeitura de Campinas, no próximo dia 20, naquela cidade. No dia 27, o jogo acontece em Praia Grande. Duas vitórias colocam o time local na segunda fase da competição.

Atuam pela Cidade os jogadores Armando Caetano Araújo, Bonifácio Aparecido Gobbi, Silas Greb, Francisco Tonetti, João Zani, Walter Rodrigues Feio, Antônio Carlos Copola, Cândido Rosário Pinheiro, Milton Mendes, Luiz Farina, José Miller, Giovani Fabozzi e Fábio Santos. Técnico: Tarcísio de Almeida.

Vale frisar que participam ainda da competição os times de São Vicente, Ribeirão Preto, Araraquara, São José dos Campos, Jaú, São Carlos e Zona Leste Paulista. Os seis primeiros colocados se qualificam para a segunda etapa do torneio. Mogi das Cruzes é a atual campeã do certame. São Vicente venceu em 2011 e 2010.

Dados – No ano passado, a turma praia-grandense caiu na primeira fase do torneio ao perder, por 3 jogos a 2 (duas vezes), para Bragança Paulista; e por 3 a 2 e 5 a 0 para Mogi das Cruzes. Em 2011, também na primeira fase, o time local perdeu, por 4 a 1 e 5 a 0, para Ribeirão Preto; e por 3 a 2 (duas vezes), para Santos.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Programa oferece aulas de dança e teatro

Aulas gratuitas do PIC, bairro Real, são voltadas a crianças e idosos.

O Programa de Integração e Cidadania (PIC), do bairro Real, está oferecendo cursos gratuitos, diferenciados, para crianças e idosos. As aulas incluem modalidades de dança, teatro e ginástica, com o intuito de promover atividade física de maneira recreativa e divertida. As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de chegada.

O curso de Ritmos Adaptados, que inclui dança e ginástica, é voltado para pessoas acima dos 45 anos. A aula é dividida em quatro momentos. Primeiro os alunos realizam um aquecimento, em seguida é escolhido um ritmo musical para dançar. Logo após são praticados movimentos de ginástica e a atividade é finalizada com uma sessão de relaxamento. Ao todo são 25 vagas e as aulas acontecem sempre às quintas-feiras, no período da tarde.

Já as crianças e adolescentes podem aproveitar o curso de Teatro e Dança, que mescla as atividades em uma mesma aula. Jovens entre 7 e 16 anos podem participar. Serão estimulados passos de dança voltados à atividade física e atividades de recreação, por meio de técnicas teatrais. Os dois cursos têm início no dia 18.

No PIC Real também há vagas disponíveis para os cursos de Dança de Rua, Artesanato em Feltro, Biscuit e E.V.A. Para se inscrever, basta comparecer à unidade com cópia e original do RG, uma foto 3×4 e um comprovante de residência. O endereço é Avenida Presidente Kennedy, 17.483, Bairro Real. O telefone de contato é 3473-6623.

O PIC é o resultado de uma parceria da Secretaria de Promoção Social (Sepros) com o Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Praia Grande.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Página 56 de 57« Primeira...102030...5354555657